Month: Janeiro 2012

Cipriano Mesquita ao vivo na ART

                         

  Cipriano Mesquita ao vivo pela primeira vez em Telheiras – na ART. Não perca uma noite preenchida pelo som da Guitarra Portuguesa.        

Programação | 1 FEV | 21:30 | Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro

A CORRIDA de Rui Madruga e Catarina Carrola | 9′

Anacleto corre com um enorme sorriso no rosto junto ao Rio Tejo. A sua silhueta destaca-se de todas as outras: magro, rosto enrugado e garridos ténis cor-de-laranja e verde fluorescente. Toma duche diariamente no Balneário Municipal de Alcântara, rumando de seguida para a sua cama de cartão na Praça do Comércio. Entre outros sem-abrigo, partilha a sua “morada” com Artur que, certo dia, lhe rouba os seus sapatos de corrida. Deprimido, Anacleto passa os dias a observar as pessoas que correm. Afonso, um jovem publicitário, convida-o para ser protagonista de um filme de publicidade. Anacleto, quando se vê com uns sapatos novos nos pés, durante a rodagem corre sem parar, deixando para trás a equipa estupefacta.

UM NATAL ESPECIAL de João Azevedo e Rafael Antunes Martins | 26′

O Natal há muito que perdeu a sua verdadeira magia e poucos são os que ainda acreditam. Na véspera de Natal, Rita e Rodrigo estão com os Pais nas compras de última hora perdem-se para embarcarem numa viagem mágica. Entre alegrias e desesperos, o Natal volta a ser mágico para todos.

O TENENTE de Rafael Antunes Martins | 12′

 Lisboa, 1910. Pedro Mello, de 30 anos, é um homem com ideais religiosos e com uma grande devoção ao Rei de Portugal. Mas a monarquia está a entrar em colapso, com o crescimento de devotos à República. Pedro decide eliminar o maior candidato para o cargo de Presidente da primeira República Portuguesa, que é o prestigioso psiquiatra Miguel Bombarda, que gere o Rilhafoles. Ele assume ser o Tenente Aparício Rebello, um paciente de Bombarda, para tentar chegar ao psiquiatra. Pedro Mello atinge os seus objectivos, mas ele não sabe que os seus motivos vão condená-lo para o resto da vida.

QUANDO OS MONSTROS SE VÃO EMBORA de Bernardo Gramaxo | 13′

Madalena é uma rapariga de seis anos, e como qualquer criança na sua idade, ela adora desenhar, brincar e meter-se em sarilhos, mas acima de tudo, nunca fazer o que os pais dizem. Contudo Madalena tem, o que nem todas as crianças têm, a ajuda dos seus monstros, que a acompanham durante todo o dia. Certo dia Madalena recebe a notícia do seu melhor amigo monstro de que quando crescer, ela deixará de os ter, uma vez que nenhum adulto precisa da companhia dos monstros. Madalena inconformada, fará tudo para não crescer, e evitar que os seus monstros se
vão embora.

ENTRADA LIVRE
Campanha DÁS O QUE QUISERES
Box de Donativos