Month: Maio 2012

HELLO ATLANTIC | 5 JUN | 21:30

A Optimus Discos e o Cineclube de Telheiras apresentam Hello Atlantic.
O percurso inicia-se na Finlândia, em 2007, e prolonga-se por estradas europeias e mais tarde pelo Canadá. Em abrigos temporários, em encontros fortuitos, à espera de uma boleia, surgem canções sobre a distância percorrida.
A deambulação guia o projecto para o modo “a solo” e entre outras línguas, o inglês é o lugar comum e veículo da mensagem de um português a descobrir novos horizontes.
Em 2011, após dois EPs partilhados em formato digital, João Esteves volta à Finlândia para produzir um terceiro trabalho. É em Helsínquia, entre velhos amigos, que os arranjos de “Slob Of The Kitchen Sea” ganham vida. Numa cidade coberta de neve, já em 2012, estão concluídas as novas gravações.
Hello Atlantic está de regresso a Portugal e trouxe histórias para contar.
Numa altura em que muitos partem às suas próprias aventuras, vale a pena escutar.

Condições de acesso ao espaço:

ENTRADA LIVRE | Sócios Cineclube de Telheiras | ART
Público 4€
Reservas: cinetelheiras@gmail.com
Local: Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, Estrada de Telheiras, 146 (à saida do metro de Telheiras).
Transportes: Metro Telheiras, linha verde – Autocarros 747, 767, 778.
Data e Hora: 5 de Junho, 21:30.

ENTRADA LIMITADA a 140 espectadores. 

AGENDA JUNHO

HELLO ATLANTIC é um projecto a solo do músico João Esteves, sob o pseudónimo de Every Slade, e que teve o seu início em 2007. O primeiro EP, intitulado “Blue”, foi lançado em 2011 e caracteriza-se por ser um trabalho com uma ambiência mais densa e introspectiva.

A ESPADA E A ROSA de João Nicolau
Manuel despede-se das rotinas da sua vida lisboeta e embarca numa caravela portuguesa do séc. XV governada pelas leis da pirataria. Uma traição a bordo desencadeia uma série de acontecimentos terríveis que o protagonista atravessa sem beliscar os seus princípios morais.

KUDURO – FOGO NO MUSSEQUE de Jorge António
Retrato do Kuduro como um género artístico numa mescla espontânea entre o ancestral africano e os ritmos ocidentais, emergente num contexto social de musseque de onde retira a inspiração para as suas letras.

KILOMBOS de Paulo Nuno Vicente
Filmado em várias comunidades do estado do Maranhão, Kilombos procura ser o resgate de memórias e narrativas orais de uma cultura contemporânea, um contributo para uma antropologia visual de ideias, práticas e artefactos que são também o Brasil de hoje.

AQUI JAZ A MINHA CASA de Rui Pilão
Velho acorda em dia na vida de homem só. Um percurso é feito por necessidade. Uma aceitação surge como reflexão sobre interior. Hino ao abandono em transmontano, “Aqui jaz a minha casa” é testamento simbólico.

OS CACTOS
São dois; são Os Cactos… Ambos ex-New Connection, actualmente nos Electric Domestique, em Os Cactos, António Ramos (Torré) e Gonçalo Leitão movem-se por outros terrenos. Terrenos onde a liberdade criativa impera, onde a música experimental tem o seu principal e único campo de acção. São teclados, guitarras, percussões várias, saxofones, groove box, apitos e outros brinquedos, que fazem desta experiência um movimento em contínuo; amplo; abrangente. Uma ideia a acompanhar.

Concerto LISSABON | 22 MAIO | BMOR

 
Os Lissabon são constituídos por ex-elementos dos Slimmy e dos You Should Go Ahead. A qualidade da banda é inquestionável. O disco além da edição em Portugal vai ser editado no Canadá pela “Play it Loud Music” e terá licenciamento digital no Brasil e  América Latina. 

Condições de acesso ao espaço:

ENTRADA LIVRE | Sócios Cineclube de Telheiras
Público 4€
Reservas: cinetelheiras@gmail.com | geral@lxcitymusic.com
Local: Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, Estrada de Telheiras, 146 (à saida do metro de Telheiras).
Transportes: Metro Telheiras, linha verde – Autocarros 747, 767, 778.
Data e Hora: 22 de Maio, 21:30.

ENTRADA LIMITADA a 140 espectadores. 

Lixo Extraordinário de Lucy Walker | 15 MAIO | 21:30

O Cineclube de Telheiras apresenta uma das melhores obras documentais, vencedor de diversos prémios, entre os quais indicado ao Óscar de Melhor Documentário 2011.
Após a exibição do filme convidamos os nossos espectadores para um debate conduzido por
Rui Berkemeier, fundador e coordenador da QUERCUS.

http://www.lixoextraordinario.net/

“Lixo Extraordinário é o retrato de um Brasil desigual e excludente em que milhares vivem em estado nulo de dignidade humana”.
(Julianne Gouveia – Revista Vizoo)

Condições de acesso ao espaço:

ENTRADA LIVRE
| Sócios Cineclube de Telheiras
Público 3€
Reservas: cinetelheiras@gmail.com
Local: Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, Estrada de Telheiras, 146 (à saida do metro de Telheiras).
Transportes: Metro Telheiras, linha verde – Autocarros 747, 767, 778.
Data e Hora: 15 de Maio, 21:30.

ENTRADA LIMITADA a 140 espectadores.