Month: Janeiro 2014

Sessão Especial de Cinema Galego

Uma sessão especial de 2 filmes com a presença do realizador galego Xan Leira!

Atenção! Filmes em galego/castelhano sem legendas…

Criador multifacetado que tem exercido funções de diretor, produtor, guionista, professor, escritor e editor. Começou no mundo do audiovisual na Argentina dos anos oitenta onde iniciou os seus estudos de cinema e aplicou diferentes oficinas e seminários sobre cinema. Tem feito muitos trabalhos documentais entre os quais se destaca a trilogia sobre a história da Galícia iniciada no longa-metragem “Castelao e os irmáns da liberdade”. Da sua mão nasceram a produção Iberoamericana Films SA em 1989 e a empresa de produção de conteúdos Aquarela Comunicações em 2000.

Atenção! Filmes em galego/castelhano sem legendas…

1- Patagónia Libertária, 2006, 57′
Antonio Soto Canalejo, “o galego Soto” (Ferrol 1897 – Punta Arenas 1963), liderou as greves rurais na região do sul da Argentina em 1920-21. Diante da luta operária a oligarquia anglo-argentina enviou a cavalaria, assassinando 1.500 operários. O filme é uma nova montagem produzida em 1997 e denuncia a incapacidade dos dirigentes sindicais diante da exploração e globalização atual, semelhante ao que aconteceu na Patagónia. Inclui entrevistas a Osvaldo Bayer, Ramón Villares, Manuel Vázquez Montalbán e Raúl Alfonsín.
Palmarés: Selecionado na secção competitiva do Festival Europeu de Cinema e Televisão Memorimage.

2- Galegos em Lisboa, A História jamais contada, 2009, 57′
As catástrofes naturais que assolaram Lisboa nos séculos XVI e XVIII propiciaram a emigração em massa de galegos que iam trabalhar nas reconstruções urgentes. Lá marcharam também muitos adolescentes, fugindo do serviço militar nas guerras coloniais ultramarinas, e diariamente levaram uma vida marginal. Depois, o empresariado, o sindicalismo e o republicanismo foram áreas com participação portuguesa. Apesar de sua importância a emigração da Galícia para Portugal permanece no desconhecimento geral.

(Fonte: www.culturagalega.org)

Não perca e reserve já o seu lugar através do seguinte endereço eletrónico – cinetelheiras@gmail.com
Entrada limitada a 140 espetadores.

Condições de acesso ao recinto:
LOCAL: Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro
MORADA: Estrada de Telheiras, 146
ENTRADA: PUBLICO GERAL: 3 euros / Gratuito para sócios do Cineclube
TRANSPORTE: Metro Telheiras, linha verde – Autocarros 747, 767, 778.
DATA E HORA: 30 JANEIRO // 21:30

O Cineclube de Telheiras, em parceria com a Amnistia Internacional Grupo 19 Sintra, apresenta o filme “Belo Monte – Anúncio de uma Guerra”, um documentário sobre a maior obra de engenharia da atualidade no Brasil, a barragem de Belo Monte que o governo pretende instalar no coração da Amazónia.
O filme foi exibido na XII Mostra de Documentários sobre Direitos Humanos.

Não perca e reserve já o seu lugar através do seguinte endereço eletrónico – cinetelheiras@gmail.com
Entrada limitada a 140 espetadores.

Condições de acesso ao recinto:
LOCAL: Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro
MORADA: Estrada de Telheiras, 146
ENTRADA: PUBLICO GERAL: 3 euros / Gratuito para sócios do Cineclube
TRANSPORTE: Metro Telheiras, linha verde – Autocarros 747, 767, 778.
DATA E HORA: 22 JANEIRO // 21:30

+ INFO: cineclubetelheiras.blogspot.pt